quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Artistas do Renascimento


Entre os séculos, XIV e XVI, na Europa, sobretudo na cidade de Florença na Itália, surgiu um movimento artístico e intelectual, com base na filosofia humanista inspirada na antiguidade clássica, que obtinha o homem como o centro de todas as questões, opondo-se aos princípios medievais do teocentrismo. Dentro desse movimento vários artistas versáteis se destacaram na arquitetura, pintura e escultura, a exemplo de Fillippo Bruneleschi, Leonardo da Vince e Michelangelo Buonarroti.

Escultor, pintor e arquiteto florentino, Fillippo Bruneleschi (1377 – 1446), teve como sua maior obra arquitetônica a cúpula da catedral de Santa Maria Del Fiore (1436) –, Figura 1. A cúpula tem um grande zimbório, característica muito usada na arte gótica, o zimbório é uma torre que fica na parte superior externa da cúpula. Bruneleschi estudou as características clássicas da arquitetura greco-romana para criar novos modelos para o mundo renascentista.

Pintor, desenhista, escultor, arquiteto e poeta italiano, Michelangelo Buonarroti (1475 – 1564), foi um dos maiores ícones do renascimento. É difícil definir sua Opus Magnus, pois seu legado vasto o caracteriza como o divino da renascença. Na escultura, uma de suas maiores obras foi a Pietá (1501 – 1506) –, Figura 2. É uma representação da virgem Maria e seu filho Jesus em mármore. Uma riqueza de detalhes inspirada nos grandes escultores gregos e romanos. Michelangelo, assim como L. da Vinci chegou a dissecar cadáveres para aperfeiçoar suas técnicas de pintura e escultura, de modo que não lhe restasse sequer dúvidas sobre este ofício.

Leonardo da Vinci (1452 – 1519). Este foi talvez o maior polímata italiano. Sua versatilidade atingiu as áreas da pintura, escultura, arquitetura, engenharia, anatomia, matemática, botânica, ciência, música, poesia, entre outras. Sua obra o definia como um Alto Renascentista. Como pintor deixou diversos quadros e desenhos. Um de seus quadros mais famosos é a Mona Lisa (1503 – 1507) –, Figura 3. Conhecida também como “La Gioconda” ou, “A Risonha”. Da Vinci a pintou com características tão humanas que é difícil definir com precisão a natureza de sua expressão, sobretudo seus olhos e seu sorriso enigmático. O clima misterioso do quadro provém talvez da técnica criada pelo próprio pintor de esfumaçar as sombras, tornando a expressão imprevisível.

O renascimento cultura foi mais que um movimento entre artistas e intelectuais. Espalhou-se por toda Europa em vários campos do conhecimento. Vários se destacaram na filosofia, literatura, pintura, arquitetura, escultura entre outras áreas, deixando seu imenso legado até os dias de hoje.
Figuras

Figura 1 – cúpula da catedral de Santa Maria Del Fiore – Fillippo Bruneleschi. http://mbells.ca/italian_architecture/img/greatbuildings.com_Santa_Maria_del_Fiore.1.jpg

Figura 2 – Pietá – Michelangelo Buonarroti.
http://www.galilean-library.org/images/david/pieta.jpg

Figura 3 – Mona Lisa – Leonardo da Vinci.
http://2.bp.blogspot.com/_6QURoNy4-5k/TB_cZkvaLzI/AAAAAAAAFt0/MmuUlAMlpvs/s1600/00-mona-lisa.jpg

Washington Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário